Gravidez na adolescência

terça-feira, 20 de abril de 2010


Segundo a Organização Mundial de Saúde, a adolescência abrange a faixa entre 10 e 19 anos de idade, período da vida que liga a infância à vida adulta. Nesta fase, principalmente após os 15 anos (22%), pode ocorrer a primeira relação sexual, a qual, na maioria das vezes é desprotegida. Naquela faixa etária só 23% das adolescentes usaram algum método anticoncepcional naquele momento. Porquê?
Inúmeros pretextos são atribuídos ao pouco uso de métodos anticoncepcionais por adolescentes: medo dos pais descobrirem, medo de encarar a própria sexualidade, falta de conhecimento sobre os riscos de se engravidar, pensamento "mágico", etc. Não importando as causas, o resultado é conhecido: milhares de gravidezes em adolescentes, com suas conseqüências nefastas tanto para a sua saúde quanto para sua integração e desenvolvimento social.

No entanto, um fator se ressalta entre todos: a falta de orientação e o desconhecimento total ou parcial dos diversos métodos anticoncepcionais, seu modo de uso, suas vantagens e desvantagens, suas contra-indicações, sua eficácia e até mesmo os chamados efeitos benéficos não contraceptivos. O que seria isto? Darei como exemplo, a camisinha (preservativo masculino). Um casal pode estar fazendo uso da mesma para contracepção, mas além disso ela evita uma série de doenças sexualmente transmissíveis, inclusive a AIDS, o que seria então um grande benefício não contraceptivo da camisinha.

Uma coisa é certa: Prevenir é melhor que remediar.

* Enquete realizada de 15 a 21 de agosto de 2003.

A grande maioria dos votantes do Fala São Paulo (65%) acreditam que a principal causa de gravidez na adolescência ocorre porque os jovens nessa idade fazem as coisas sem pensar nas consequências. Veja no gráfico abaixo o resultado final.


- Resultado final entre os 1849 votantes.


Dê a sua opnião também votando na enquete ao lado.

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.