Fazendo de você a pessoa certa

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Talvez não exista fórmula mágica para conquistar ou seduzir uma pessoa a ponto de deixá-la cega por você, mas se existisse sem dúvida a melhor maneira é permitir que os outros venham até você, ou seja, ao invés de procurar a pessoa “certa”, terá mais êxito se esta pessoa for você, porque será aquela que todos procuram. È aquela velha história, ao invés de perseguir as borboletas, cuide do seu jardim para que elas venham até você.

Mas será que isso é possível, ou fácil? Acho que não, mas um pouco de bom senso e alguma ajuda sempre é possível. 

Se eu pudesse dar dicas para enfim se tornar aquela pessoa que é o desejo de todas as outras pessoas, eu diria que é importante:

1. Fugir da idéia fixa.
Em primeiro lugar é importante desencanar. Parar de colocar a busca por um relacionamento, como prioridade em sua vida. Isso leva a frustração, já que fatalmente se sentirá inferior, por ainda estar sozinha(o).

2. Ser sua/seu maior fã.
Gostar de si mesmo é fundamental, normalmente sempre achamos que temos algum defeito que nos prejudica na busca pela cara-metade. Pensamos coisas do tipo “Só vou ter alguém quando emagrecer dois quilos” ou “Todas as pessoas que namoram que conheço, são mais bonitos que eu”, só lhe confere um semblante negativo. Todos desejam uma pessoa segura a seu lado.

3. Montar a lista do eu nunca.
Parar de achar que qualquer coisa é bom desde que não fiquemos sozinhos, é um grande passo. Para tanto, faça uma lista do tipo de pessoas que jamais namoraria.

4. Evitar homens/mulheres meio disponíveis.
Sabe aquela pessoa que tem um caso mal resolvido? Aquela pessoa que acaba de sair de um relacionamento? Evite-as.

5. Vencer o egoísmo.
Querer namorar, mas não se desapegar de certas coisas que fazia quando estava sozinha (o), não faz sentindo. Fatalmente teremos que abrir mão de algumas coisas.

6. Trocar de carma.
Pessoas que repetem mantras como “nada dá certo pra mim” ou “ninguém me quer”, tendem a atrair negatividade. A palavra tem poder.

7. Apaixonar-se a segunda ou terceira vista.
Muitas vezes deixamos de conhecer pessoas legais pois a primeira vista não foi como imaginávamos. Ou porque o beijo não bateu logo de cara, ou porque as peles não se entenderam. Sempre vale a pena dar uma segunda ou terceira chance.

8. Acreditar que o amor sempre pode acontecer.
Não carregue sua frustração aonde quer que vá, tão pouco despeje seus fracassos amorosos em alguém que acaba de conhecer. Pense que mais cedo ou mais tarde vai acontecer. Viva e deixe sua vida mais completa.

9. Fazer as coisas a moda antiga, de vez em quando, só pra variar.
Deixe-se ser cortejada. Ou corteje. O jogo da conquista é muito bom. Abandone um pouco as modernices destes mundo.

10. Manter os amigos por perto.
E não os afastar quando encontrar alguém.

11. Conter a ansiedade.
Muitas vezes nos comportamos em começo de relacionamentos, como se estivéssemos fazendo a caminhada ao altar. Viva cada momento da conquista.

12. Evitar amigas(os) queima-filme.
Daqueles que põe defeito em qualquer ficante que arrume e lhes dão conselhos inúteis sobre como devem ser comportar no começo de um relacionamento.

13. Não tentar mudar ou melhorar o outro. Tão pouco esperar por milagres.
Quando perceber que aquela relação já deu o que tinha que dar, não ínsita. Parta para outra.

14. Tirar o buquê da mão.
Ou mudar aquela cara de quero casar imediatamente.

15. Recusar convites de ultima hora.
Você já havia combinado de sair e o telefone toca de repente. Nada de desmarcar e mostrar o quanto está disponível.

16. Investir num romance tórrido.
Se achar que vale a pena, entregue-se mesmo sem ouvir as habituais promessas do dia seguinte. Faça por você, se satisfaça.

17. Beijar, beijar, beijar.
Como se o mundo fosse acabar naquele momento.

18. Sair do seu esquema.
Ou deixar que alguém bagunce sua vida. Perder o medo do ridículo, e parecer feio(a), desarrumado(a), esquisito(a). Espontaneidade é maravilhoso e apaixonante. Sempre.

19. Apagar rastros do passado.
E não deixar que fantasmas carentes voltem e se aproveitem do fato de ainda estar sozinha(o).

20. Acordar do sonho da perfeição.
Ninguém é perfeito, nada é perfeito. Se não parar de pensar assim, não será feliz nunca.

21. Rir.
É ótimo ter uma pessoa bem humorada ao nosso lado. Daquele tipo que ri de si mesmo. Seja essa pessoa.

22. Saber que ninguém tem bola de cristal.
Ao invés de fechar a cara cada vez que alguém faz algo que não lhe agrada, que tal conversar a respeito?

23.Não guardar rancor.
Pessoas que guardam rancor são tristes, pesadas e muitas vezes transferem a frustração para pessoas e situações que nada tem a ver com o que lhe ocorreu lá atrás. Esqueça.

24. Evitar o drama.
Tem pessoas que se magoam facilmente, ou que reclama por tudo. As vezes você conhece alguém legal, mas a ansiedade é tanta que se chateia por qualquer coisa, e passa a cobrar o outro, fazendo com que a relação perca a naturalidade e a leveza.

25. Individualidade.
Muitos acreditam que uma relação é a chave para a felicidade, mas ela é um complemento, assim como tudo em nossa vida. Não podemos eleger uma coisa para ser responsável por 100% de nossa felicidade. Existe uma porção de coisas que pode você pode fazer por você.

Algum dessas dicas te ajudou? Espero que sim.

Fonte: Depois dos quinze

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.