Embarcações

segunda-feira, 24 de outubro de 2011


A vida é um porto que não para de receber embarcações um só segundo. Quando não chega uma embarcação com passageiros alegrias, chega outra com passageiros tristezas. Os sentimentos são como ondas que bailam sem destino e vem de qualquer lugar. Às vezes pela violência de suas forças sabemos que vem tempestade. Tsunamis que alastram todo um afeto de anos cultivados. Numa questão de segundos, um coração fica em náufrago. Embarcamos nas que conhecemos, porém, sempre queremos mais e mais. Aí embarcamos na desconhecida. Quanto aos riscos, esses temos que saber nadar para não morrermos afogados.

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.