“Meu livro”...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010


Não. Eu não escrevi um livro.

Mas como muitas pessoas dizem por ai: - minha vida é um livro aberto.

Não a minha não é, e quando ele tenta se abrir um pouquinho suas histórias começam a desabar, formando um embralhado de letras, as quais, não consigo reorganiza-las na mesma ordem. Não que também eu queria que elas voltem a ser totalmente como eram. Mas também não queria que elas fossem lidas, quando lidas são lembradas, são sentidas, são choradas. E o que eu menos preciso agora é me sentir assim. Eu preciso ter mais histórias para serem escritas, do meu jeito, do meu gosto, do meu querer. Então pense bem antes de querer abrir meu livro, você pode me trazer lembranças das quais já havia me esquecido, mas sempre que alguém lembra elas ainda mechem comigo.

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.