Aaah saudade! Deixa eu sonhar

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012


Ontem, deitada na cama, sentir saudades. Mas, não foi aquela saudade de algo vivido. Foi saudade de um futuro incerto. De um futuro que alguém mostrou que poderia me dar. Uma situação simples, mas tão boba e boa, tão mansa e tão voraz. Aaah saudade! Se tu soubesse como você nos faz imaginar e sentir sensações diversas. Eu queria misturar uma pitada desse futuro ao meu presente... Queria tanto que fosse real! A saudade foi de um sonho. Sonho de fantasias até comuns, porém únicas. Únicas, pois no sonho, tinha alguém ali parado, me observando. Tão sem ação que me incomodava. Aquilo era uma afronta. Mas como o sonho é meu, eu invento e reinvento projeções na hora que quiser. Então, aquele individuo se levantou e me puxou pra bailar, rodopiou, beijou, brincou, acariciou, enfeitiçou. Arrancou-me suspiros e risos há muito tempo guardados. Risos os quais eu mesmo com raiva, ele consegue provocar. Aaah saudade! Deixa eu sonhar.

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.