Essa presença ausente

quarta-feira, 12 de setembro de 2012


Eu aqui quietinha no meu canto só a observar. Observando até quando ficaremos assim, não sei se evitando seria a palavra certa, mas veja como estamos, cada dia mais distante. Ou seria orgulho? Tanto eu quanto você sabemos que isso não está certo, é injusto. Eu com uma saudade, você com duas... Lembra? Talvez não. Talvez nem me leia mais. Talvez nem se interesse mais. Não sabe o quanto eu gostava quando decifrava minhas entrelinhas. Acho que nem percebe também o quanto isso me faz falta. Posso estar a mil maravilhas com o mundo, mas estou triste contigo. Está doendo tanto essa distância. Essa presença ausente. Sabe, fecho os olhos e vejo teu sorriso. Consigo sentir teu perfume, e sei lá, parece platônico demais. Às vezes penso: você existe mesmo? 

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.