Medos, desejos e contradições

segunda-feira, 14 de outubro de 2013




Às vezes, para curar a ferida, é preciso primeiro sangrar. Para poder se aproximar, é preciso primeiro tomar distância. Para conseguir perdoar, é preciso primeiro, sentir raiva. Falar não é fácil, falar, às vezes é o mais difícil. Medos, desejos e contradições. 
-2ª Tempoara de Sessões

Tem dias que agente acorda assim, chateada. E qualquer palavra mal dita, ou qualquer ato impensado vai te deixar pior. Tudo o que você precisa é de carinho, abraço. Daqueles que acolhem como se estivessem te protegendo de algo. Só disso que agente precisa.




Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.