Culpa sua

domingo, 11 de setembro de 2011


"Pra mim é tudo ou nunca mais. O problema é que o "nunca mais" dura só umas horas." 
- Tati Bernardi

Culpa sua... que me faz não cumprir minhas palavras. Que me deixa assim, de sorriso bobo. Louca pra te ter, insana de desejos. Que loucura essa nossa química, que mesmo prometendo não mais te querer, não te resisto. Me derreto quando comigo fala. E que sabe muito bem o que fala. Atinge meus pontos fracos como se tivesse um mapa. Ah, você e esse seu jeito de se fazer carente, apaixonado e ao mesmo tempo desligado. Essa mania de me deixar convencida e de me fazer que te deixe também. Eu aqui, sozinha e quieta, você chega de mansinho, mas com um frenesi interrompendo toda e qualquer solidão que eu esteja sentindo. Não faz assim, você nunca será meu tudo. Talvez, também estará para sempre por aqui, porque você é insistente e não me deixará por nada. Pare com essas palavras que de tão exageradas que são, me fazem acreditar. E por mais forte que seja, a você não resisto. Sua. Toda e completamente, sua culpa. 

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.