Algo ou alguém: você

segunda-feira, 23 de julho de 2012


“O (...) amor é um doce desespero.” – Colin Clark 

Você está a me fazer falta demais. A situação começou a se complicar. Vejo-me rodeada de pessoas. Quando percebo já estou sozinha. É como se eu tivesse entrado num sonho e acordado em algum lugar desconhecido. Perdida, desnorteada, confusa e espantada. Parada ali, levando esbarrões de pessoas que não consigo enxergar, mas sinto a travessia. Olho aos lados diversos, procuro-te e novamente perco-me. A complexidade dos pensamentos começa a tontear-me. Tento segurar em algo ou alguém, mas caio, não existe nada nem ninguém. Levanto-me! Tudo parece muito embaçado. E percebo que continuo perdida.

Ilária Oliveira. Tecnologia do Blogger.